Notícias do Parque

As Actividades do Intercâmbio AMIGO dos Jovens Médicos de Medicina Tradicional Chinesa contribuem para o desenvolvimento convergente dos talentos na área, a nível internacional

Data De publicação:2019-05-21   Browse:284

As Actividades do Intercâmbio AMIGO dos Jovens Médicos de Medicina Tradicional Chinesa tiveram lugar em Lisboa , no dia 15 de Maio, durante o Fórum Internacional de Desenvolvimento da Medicina Tradicional 2019 (Europa e África), contando com cerca de 100 participantes que incluem jovens médicos na área provenientes de Macau, Interior da China, Portugal, Países Baixos, Alemanha, Moçambique, Cabo Verde, entre outros países e regiões, bem como representantes das entidades governamentais, especialistas da área e representantes das instituições de ensino superior. Tendo como tema a aplicação da medicina tradicional chinesa (MTC) na China e nos países e regiões de língua Portuguesa, os participantes partilharam as suas perspectivas e procederam ao intercâmbio e interacção com especialistas internacionais, promovendo ainda um desenvolvimento mais amplo e profundo a nível internacional da indústria e dos talentos da medicina tradicional.

Trata-se da primeira actividade realizada no estrangeiro pela Base de Intercâmbio Internacional para Jovens Médicos de Medicina Tradicional Chinesa, iniciativa lançada pelo Chefe do Executivo da RAEM no ano passado. O termo “AMIGO”, tal como o seu significado em português indica, simboliza que o presente evento dá as boas-vindas aos jovens médicos de MTC de todo o mundo, para integrarem a Base de Intercâmbio Internacional para Jovens Médicos de Medicina Tradicional Chinesa, tirando partido desta participação para realizarem intercâmbio e aprendizagem mútua, de forma a incentivar a herança e o desenvolvimento da MTC.

1558495800100298.jpg

Intercâmbio e interacção entre participantes de Macau, da China continental, de Portugal, da Holanda, da Alemanha, do Moçambique, de Cabo Verde etc. e os peritos internacionais, na actividade AMIGO, de intercâmbio entre os jovens profissionais de MTC

Durante o evento, um representante dos jovens de Macau fiz uma apresentação do passado e da actualidade da MTC de Macau, bem como das perspectivas futuras do desenvolvimento, partilhando ainda informações relevantes do desenvolvimento dos produtos alimentares funcionais e inovadores, em forma de cápsulas que combinam medicamentos sólidos e líquidos; representante dos  jovens médicos Cabo-verdianos apresentou a actualidade do desenvolvimento da medicina tradicional e MTC nos hospitais públicos e privados; representante dos jovens médicos Portugueses retratou a situação actual do ensino, aprendizagem e aplicação da MTC, enquanto aluno do curso de Licenciatura em Acupunctura em Portugal dando a sua opinião sobre a aprendizagem de acupunctura; representante dos jovens médicos Moçambicanos de MTC, por sua vez, partilhou a sua experiência de aprendizagem de MTC, bem como a sua aplicação clínica nas instituições médicas públicas do seu país.

Posteriormente, vários participantes deixaram comentários do ponto de vista profissional nas apresentações referidas, realizando intercâmbio com os participantes em torno do desenvolvimento da MTC e das perspectivas de carreira. Os referidos participantes incluem o Presidente da Entidade Reguladora Independente da Saúde do Ministério da Saúde e da Segurança Social de Cabo Verde, Dr. Eduardo Tavares; a Directora do Instituto de Medicina Tradicional e Medicina Alternativa do Ministério da Saúde de Moçambique, Dra. Felisbela Gaspar; os membros da Comissão Consultiva do Parque; o Presidente do Hospital de Medicina Tradicional Chinesa de Guangdong, Dr. Lyu Yubo; o Reitor da Universidade de Medicina Tradicional Chinesa de Guangzhou, Dr. Wang Shengliang; o Reitor da Universidade de Medicina Tradicional Chinesa de Changchun, Dr. Song Bolin; o Reitor da Universidade de Medicina Tradicional Chinesa de Fujian, Dr. Li Candong; o Vice-director do Instituto de Pesquisa da Ginecologia da Dr.ª Liu Minru, Dr. Wang Kai; e o Professor Adjunto do Instituto Politécnico de Setúbal, Dr. Diogo Calado.

A Base de Intercâmbio foi estabelecida em Setembro de 2018, tendo contratado vários peritos da área e representantes das associações relevantes para criar um grupo profissional de orientadores, os quais têm realizado, de forma periódica, formação profissional, salões de intercâmbio e orientações para o exercício da actividade profissional, construindo uma plataforma de intercâmbio e aprendizagem para os jovens médicos internacionais de MTC. De momento, o Parque Científico e Industrial de Medicina Tradicional Chinesa para a Cooperação Guangdong-Macau já levou a cabo um número de iniciativas de cooperação na formação internacional e actividades de intercâmbio profissional, incluindo técnicas de MTC aos países lusófonos, tais como Moçambique e Cabo Verde, formação profissional para jovens médicos de Macau da área e salões de intercâmbio para profissionais de língua Portuguesa,  a favor da elevação da competência profissional dos jovens talentos de Macau e do mundo.

No futuro, o Parque Industrial irá, passo a passo, atrair os jovens dos países lusófonos que trabalham na área da MTC a participar na Base de Intercâmbio, com a finalidade de fazer da mesma uma plataforma integral de intercâmbio entre os jovens médicos internacionais daquela área, dando mais oportunidades de desenvolvimento para os jovens de Macau. Simultaneamente, serão realizados regularmente salões de intercâmbio “Conversa com os Jovens da Medicina Tradicional Chinesa” no Parque Industrial, organizando os jovens médicos de Macau da área a realizar diagnósticos gratuitos e estágios do exercício da actividade profissional no estrangeiro. 

Na manhã do dia 16, os médicos participantes realizaram uma vista e intercâmbio a vários locais, nomeadamente a Escola de Medicina Tradicional Chinesa (ESMTC) de Portugal e a Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, dando a conhecer o ensino e aplicação da medicina tradicional chinesa no local, bem como a sua cultura e costumes.